É surpresa atrás de surpresa. Após entrar por um portão imponente, um jardim circular vertical flutuante e abrir uma pequena porta (veja todas as fotos no fim da matéria), o espelho d’água da entrada da Ty Warner Mansion leva o nosso olhar para o horizonte. Imagem: Divulgação

Ao caminhar pela rua que leva às 12 signature villas do Las Ventanas Al Paraíso, entre as seis villas de frente para o mar (e acesso direto à areia) e as seis com vista para o mar, você verá um imponente portão com detalhes em vidros coloridos — quase uma releitura local dos trabalhos em ferro art nouveau do Guimard em Paris. Só que nada, nem passar em frente ao portão nem olhar curiosamente para a casa ao caminhar pela praia, pode te preparar para o que é a Ty Warner Mansion, o equivalente à suíte presidencial do hotel. Porque se o Las Ventanas é um dos mais incríveis hotéis do mundo, a Ty Warner Mansion é um universo paralelo, único e singular dentro del Paraiso. E a Simonde foi o primeiro veículo do mundo a passar lá uma noite. : )

O que mais espanta é que essa mansão com 2600 metros quadrados, cinco funcionários exclusivos incluindo um mordomo e um chef, e que leva o nome do dono do hotel, o bilionário Ty Warner (dono também do Four Seasons da 57th de Nova York, entre outros), comporta apenas quatro pessoas em seus dois quartos em escala super-humana. Com seis metros de pé direito e abat-jours maiores do que eu instalados em nichos na parede feitos sob medida para acomodá-los, cada um dos dois quartos tem muitas, muitas portas, todas trabalhadas ao estilo mourisco. Tem a porta dupla de entrada do quarto, a do quarto para o banheiro, a do banheiro para a sauna, a do banheiro para a academia — sim, porque cada quarto tem suas próprias sauna e academia —, a do banheiro para a piscina, e ainda a do quarto que se abre para piscina da Mansion e o mar de Los Cabos, uma porta de correr de quase dez metros de largura que se abre completamente desparecendo pelas paredes, integrando a paisagem ao interior. {Veja as trinta fotos exclusivas da Ty Warner Mansion no fim da matéria}

Você ainda pode escolher dormir sob um pé direito ad infinitum e estrelado, sem paredes entre o som das ondas e seus ouvidos, e assistir ao nascer do Sol na cama al fresco— com enxoval completo — instalada no terraço de quase 850 metros quadrados que tem ainda jacuzzi, putting green (golfe), piscina de vidro com jato para a prática de natação (e com chão de vidro que dá para o banheiro de um dos quartos).

{Para ver os stories da viagem para Los Cabos, o Las Ventanas e Todos Santos, é só acessar os destaques do Instagram do @iwashitashoichi, clicando aqui.}

São duas palapas à beira da piscina com 90 metros de extensão — ambas com coloridas luminárias de vidro soprado do artista mexicano Ernesto Cruz. Uma palapa serve como sala de estar; e, esta da foto, como sala de jantar. Como ficava em frente ao meu quarto, era só abrir a porta para tomar café da manhã. Imagem: Shoichi Iwashita

O piso dos banheiros dos dois quartos é o mesmo de toda a casa: pastilhas minúsculas de mármore branco. Cada banheiro tem suas próprias sauna, academia, ducha e banheira, e closet (tem mais fotos do banheiro na galeria ao fim da matéria), além de acesso direto para a piscina.  Imagem: Shoichi Iwashita

À noite, velas surgem acesas pela casa toda. A Ty Warner Mansion possui uma equipe exclusiva de cinco funcionários, incluindo um mordomo e um chef. Imagem: Shoichi Iwashita

O branco domina a construção projetada pelo arquiteto mexicano Jorge Torres e decorado pelo designer parisiense baseado em Nova York, Robert Couturier. O chão da casa inteira é revestido com pastilhas minúsculas de mármore branco, o que dá ainda mais destaque — e um caráter quase-museológico-galerístico — para todas as técnicas de artes decorativas e esculturas e objetos feitos exclusivamente para a Ty Warner Mansion, que teve a curadoria do próprio Ty e do diretor-geral do hotel, o francês Frédéric Vidal; um processo que durou três anos. Só os enormes lustres multicoloridos de vidro soprado que iluminam e formam um lindo contraste com a palha das duas palapas da varanda, criações do artista mexicano Ernesto Cruz, demoraram um ano para ficar prontas. Se o hotel inteiro encanta por valorizar as tradições artísticas mexicanas, cada peça selecionada/produzida para a Mansion é singular.

No Las Ventanas chama a atenção o fato de as villas serem projetadas de forma que você tenha vista para o mar assim que abre a porta das casas — o “wow-factor” como dizem os norte-americanos. E com a Ty Warner Mansion não poderia ser diferente. Além do belíssimo jardim circular vertical com um lago de carpas e fogo sobre as águas que servem como o prelúdio de um sonho, ele se completa assim que você abre a porta — talvez propositalmente pequena em comparação com a escala da construção — e vê o espelho d’água comprido que encaminha o seu olhar para o mar no horizonte.

Uma vez instalado em sua casa, é hora de relaxar, explorar e aproveitar os muitos detalhes da experiência: as esculturas coloridas de seres fantásticos, os alebrijes, arte oaxaqueña que dá nome ao excelente restaurante mexicano do Las Ventanas; o teto e os móveis folheados em prata, técnica que leva o nome de repujado con hojas de plata, da sala de almoço; a piscina de borda infinita de noventa metros de extensão com jacuzzi e um salotto no meio dela (tem ainda outra jacuzzi e piscina, ambas de vidro, no terraço); a sala de TV que parece um cinema instalado em uma tenda aconchegante no deserto; o chef e o mordomo-mixologista que te fazem viajar pelos sabores, cores e ingredientes da gastronomia mexicana (mas ouvi dizer que já teve hóspede que só quis comer pizza-hambúrguer-fritas durante toda a estadia).

Além de toda a parte sensorial, os hóspedes também podem contar com a garantia de privacidade. O hotel possui um caça-drones exclusivo para uso na Ty Warner Mansion, que é acionado pela equipe de segurança sempre que necessário; eles derrubam e apreendem o drone e só devolvem depois da análise do cartão de memória.

QUANTO CUSTA SE HOSPEDAR NA TY WARNER MANSION?

Tudo tem uma escala monumental na Ty Mansion. E essa porta de entrada pequena faz com que sua abertura torne a vista ainda mais impactante. Imagem: Shoichi Iwashita

A diária na Ty Warner Mansion para quatro pessoas sai a partir de US$ 46.900 (o valor oficial é de US$ 35.000, mas é preciso acrescentar os 34% de impostos e taxas) e inclui uma massagem Signature para cada hóspede, um show de fogos de artifícios (quase o símbolo do Las Ventanas, depois dos corações de vidro vermelho), e ainda um carro com motorista à disposição durante toda a estadia.

{Para conhecer tudo o que o hotel Las Ventanas Al Paraiso oferece, clique aqui.}
 

Quer contar com a expertise Simonde para planejar a sua viagem? Nós temos uma parceria com a maior agência de turismo de luxo do país. Enquanto ela cuida da operação oferecendo suporte total e 24 horas, nós assumimos o planejamento e a curadoria de experiências da sua viagem, usando todo o nosso repertório para que você colecione lindas memórias. Para isso, basta me mandar uma mensagem direct pelo Instagram no @iwashitashoichi, clicando aqui.

LEIA TAMBÉM:

— The Brando, Taiti e suas ilhas: Sem bangalôs sobre águas e piscinas infinitas, um dos melhores e mais caros hotéis do mundo é zero-ostentação

Bélgica: De capital do Reino Franco à capital da Europa, como entender a crise entre francófonos e neerlandófonos?

— &Beyond Vira Vira, Chile: Rodeado de lagos glaciais, vulcões ativos e florestas com araucárias milenares, um hotel totalmente sustentável e gastronomia excelente

Depois de passar pelo portão e um caminho com vegetação, chega-se a esse jardim circular vertical, com um lago com carpas e uma lareira sobre as águas (acesa à noite), para acessar a porta de entrada da casa. Imagem: Shoichi Iwashita

O banheiro todo branco e com metais dourados foscos tem muita iluminação natural. Imagem: Shoichi Iwashita

Ao apertar um botão, os vidros do banheiro escurecem impedindo a visão de quem esteja lá fora. Imagem: Shoichi Iwashita

Amenities em profusão para sua escolha em embalagens grandes (e um alebrije ao lado : ). Imagem: Shoichi Iwashita

O mordomo arruma toda a sua roupa no guarda-roupa e todos os seus cosméticos na pia do banheiro. Imagem: Shoichi Iwashita

No meio da extensa piscina, uma espaçosa sala para umas 20 pessoas. Imagem: Shoichi Iwashita

A outra palapa com sala de estar. Imagem: Shoichi Iwashita

Quando a água da piscina imita a cor do mar. Imagem: Shoichi Iwashita

Drinques com ingredientes mexicanos. Imagem: Shoichi Iwashita

O próprio chef vem à mesa apresentar e servir os pratos. Imagem: Shoichi Iwashita

Sobremesa refrescante em lindas cerâmicas. Imagem: Shoichi Iwashita

Outra saleta que serve para refeições tem o teto em cúpula todo folheado em prata, assim como os móveis. Imagem: Shoichi Iwashita

Na sala da tequila, uma seleção especial de tequilas e mezcales, além de esculturas em referência ao Día de los Muertos. Imagem: Shoichi Iwashita

A mesa do terraço onde jantamos com essas cadeiras com um trabalho incrível de marchetaria. Imagem: Shoichi Iwashita

Cama completa no terraço para uma noite al fresco. Imagem: Shoichi Iwashita

A jacuzzi do terraço revestida de vidros polidos que são super macias no toque com a pele e paredes de vidro com 15 centímetros de espessura para suportar a pressão da água. Imagem: Shoichi Iwashita

O bar do terraço e atrás a piscina com jato para nadadores. Imagem: Shoichi Iwashita

Na área para massagem, uma saída de água inunda o chão e ainda produz um som relaxante. Imagem: Shoichi Iwashita

Era assim que estava a entrada da casa quando saímos do quarto para jantar. Velas que formavam corações recheadas com pétalas de rosa vermelha. Imagem: Shoichi Iwashita

A arrumação da mesa para jantar no terraço com amigos queridos. Imagem: Shoichi Iwashita

A casa à noite. Imagem: Shoichi Iwashita

A sala de TV (mais um minicinema). Imagem: Shoichi Iwashita

O quarto pronto para dormir. Imagem: Shoichi Iwashita

Arte-Banner-Instagram-Divulgacao-10