Localização — estar próximo das experiências mais interessantes e autênticas, e poder fazer as coisas com o menor deslocamento possível, de forma fácil, se possível, a pé — é o fator MAIS importante na hora de escolher o hotel. Mas em Saint-Martin acontece algo inusitado: tirando a capital Marigot onde fica o Fort Louis, todos  os melhores e mais genuínos restaurantes de Grand Case, muitas belas praias (da badalada Orient Bay à charmosa Pinel, passando pela intocada Petites Cayes) e a Reserva Natural Nacional, tudo fica na parte norte da ilha. O que fazer, então, quando o melhor e único hotel cinco estrelas de toda Saint-Martin / Sint Maarten fica no extremo sudoeste, na direção completamente contrária, fazendo com que você leve um bom tempo de carro para ir e voltar das praias e jantares (no mínimo trinta minutos, sem trânsito, só para ir)? 1. Sendo o Belmond La Samanna um belíssimo hotel com ótima infra-estrutura (incluindo uma das praias mais lindas da ilha), você pode escolher hospedar-se nele já sabendo dessa particularidade; ou então, 2. Escolhe-se um hotel de charme na parte norte da ilha, abdicando da estrutura de um hotel de luxo em favor das menores distâncias. Eu me hospedei no La Samanna e fui conhecer o simples mas charmoso Karibuni, que são as nossas duas dicas de hospedagem na ilha.

BELMOND LA SAMANNA [Baie Longue] O melhor e mais longe hotel

SONY DSC SONY DSC Ocupando uma das mais belas — e privativas — praias de Saint-Martin, o Belmond La Samanna ocupa uma área verde enorme e o hotel é como se fosse um vilarejo de casinhas brancas coloniais em meio a caminhos arborizados, com toda a infraestrutura de um ótimo hotel cinco estrelas apesar do serviço um pouco lento e da falta de um spa  mais completo. Para saber TUDO e ver mais de 20 fotos da nossa hospedagem no La Samanna, é só acessar a matéria exclusiva, clicando aqui.

KARIBUNI [Cul de Sac] Pousada de charme com restaurante em outra ilha

SONY DSC
SONY DSC
Para pedir o café da manhã no quarto, você vai dar o sinal para o staff   “hasteando” uma arara de madeira do seu terraço. Bem localizado em Cul de Sac (entre a Reserva Natural e a agitada praia de Orient Bay), o Karibuni Lodge está mais para pousada de charme que para hotel (tem uma piscina pequena, não tem serviço de quarto — a não ser o café da manhã — e para acessar o restaurante e a praia do hotel, você vai ter de pegar um barco e cruzar a baía; mas, tudo bem, você vai chegar na charmosa ilhota de Pinel). São apenas cinco quartos ótimos (espaçosos, tem minicozinha equipada, amplo terraço de madeira com rede e chaises longues ), a vista do alto do morro para a Baía Cul de Sac é inspiradora (dá para ver as ilhas Pinel e Tintemarre) e os preços mais acessíveis, de € 220, a suíte mais barata na baixa temporada, a € 395, a suíte com piscina privativa na alta temporada, já incluem o café da manhã. Karibuni Lodge: 29 Terrasses de Cul de Sac, telefone 590 690 / 643-858. Para acessar o site do Karibuni, clique aqui.

SONY DSCO terraço de um dos quartos do Karibuni Lodge, equipados com duas chaises longues, mesa e cadeiras e uma rede. Imagem: Shoichi Iwashita
SONY DSCPara que o café da manhã seja servido no seu quarto, basta dar um sinal para o staff hasteando a arara no terraço. Imagem: Shoichi Iwashita
SONY DSCPegando um barco do próprio hotel e cruzando a baía Cul de Sac, você chega ao restaurante e beach bar do Karibuni na charmosa ilhota de Pinel. Suas chaises estarão te esperando por lá. Imagem: Shoichi Iwashita

CONFIRA TAMBÉM:

— Saint-Martin: A ilha dividida e plural, europeia e créole, com praias lindas, boa comida e aviões na cabeça

— Saint-Martin: Quando ir, quanto tempo ficar, como chegar, que moeda levar, TUDO para planejar sua viagem

— Saint-Martin: Belmond La Samanna, hotel numa das mais belas praias da ilha

— Saint-Martin: O que fazer e os passeios – e as praias! – essenciais