No lindo, barroco e antiquado Palm Court do Hotel Ritz, no coração de Piccadilly, a gente esperaria encontrar ladies com espartilhos, chapéus grandes e enfeitados, e elaborados vestidos Worth; homens de casaca e cartola; e a fina flor da aristocracia britânica do começo do século 20, quando o hotel foi inaugurado (alguns anos depois de César Ritz ter aberto o hotel de mesmo nome na Place Vendôme). Mas, o que se vê são turistas de outras partes da Inglaterra (que tem o afternoon tea do Ritz como um dos programas obrigatórios quando na cidade) e americanos hospedados no hotel. Turistas e mais turistas. Mas, nem por TUDO isso, a tarde para o chá no Ritz deixa de ser delicioso, chique e agradável.

Com todos os quitutes impecavelmente montados (os insossos sanduíches de pepino de sempre, os de ovo, com mature cheddar e ainda de frango – estes dois últimos deliciosos –; scones com creme e geleia; e pâtisserie), o chá da tarde no Palm Court – assim como em outros tradicionais hotéis na cidade – equivalem a uma boa refeição (se tiver reservas para jantar à noite, marque o chá para as 13h30, por que, além do primeiro serviço, eles passam oferecendo ainda mais sanduíches e doces durante o chá – e quem resiste a só mais um scone quentinho?).

Aliás, o afternoon tea do Ritz é uma ótima refeição pré-teatro. Porque, é tudo tão bem servido, come-se tanto, que você não vai sentir falta do jantar.

Nem é preciso falar que a seleção de chás e incrível, contando com mais de 15 blends, e ele é servido comme il faut. Chá melhor, não há.

Aproveite também o chá da tarde dos hotéis — mais “modernos” — Claridge’s e Berkeley.

P.S. Não se pode tirar fotos dentro do salão.