Nada mais delicioso que um papo de fim de tarde com um bom bolo com café ou chá. O Café des Fleurs, que fica numa rua tranquila e arborizada do Campo Belo, é daqueles lugares pequenos e charmosos com uma boa curadoria de produtos. O café pode ser o já conhecido Illy ou o Orfeu (um mineirin bastante premiado, mais forte que o Illy), os chás são da Tee Geschwendner e os bolos são a melhor parte: altos, molhadinhos e bem recheados. E, apesar de o cardápio ser extenso (com sanduíches, omeletes, crepes), fique apenas com os doces e as bebidinhas (eles não têm cozinha, os sanduíches são muito mal preparados, gordurosos, quase sem recheio). Apenas não deixe de provar os deliciosos bolos de frutas vermelhas e o de bem casado. Montado na hora, outro destaque do cardápio são as mil-folhas, que podem receber um ou dois dos três recheios oferecidos: creme, doce de leite e Nutella. O recheio é farto, as folhas sequinhas e crocantes e, diferentemente da maioria dos mil-folhas que a gente encontra por aí, é super fácil de comer.

O café é bem pequeno (são apenas 19 lugares com uma decoração girlie-kitsch de temática francesa) e fica bastante apertado quando está lotado (é até difícil sair da mesa para ir ao balcão ou ao toilette). Por isso, prefira frequentar o Café des Fleurs em horários alternativos. Até por que, há apenas uma pessoa atendendo todas as mesas. E, apesar do serviço simpático, principalmente da Aline que conhece profundamente todos os produtos da casa e fala de um jeito que dá vontade de comer tudo, os pedidos demoram a chegar quando a casa está cheia.

cafe-des-fleurs-bolo-de-chocolateGâteau noir com sorvete de creme. Imagem: Higor Secco

cafe-des-fleurs-mil-folhasMil-folhas com recheio de creme e doce de leite. Imagem: Higor Seccocafe-des-fleurs-ambienteO balcão dos bolos deliciosos. Imagem: Higor Secco