É engraçada a “hierarquização” do valor da vida que existe entre nós, seres humanos. Achamos que a nossa vida vale mais que a de um cachorro; que a de um cachorro vale mais que a de uma vaca (porque essa é uma delícia, não é mesmo?); que a de uma vaca vale mais que a de um frango; que a vida de uma ave vale mais que a de um rato, que vale mais que a de uma mosca; e que as baratas… Bem, essas não merecem viver de jeito nenhum.

timthumb (1)A arte crítica de Paul Kuczynski

São Paulo, 23 de outubro de 2013.