Trufas brancas: De diamante da gastronomia ao horror do azeite trufado feito com derivado de petróleo, vale a pena comer no Brasil?

Noventa e nove por cento dos azeites trufados nunca chegaram perto de uma trufa na vida; inclusive aqueles usados por caros restaurantes de São Paulo, de chefs não muito preocupados com a origem dos ingredientes. Por isso, quando você ler na lista de ingredientes “aromatizante”, “aroma de trufa branca” (mesmo em alguns azeites importados, pode estar escrito “natural flavors”), saiba que, na verdade, você está comprando um óleo — a maioria azeite de baixa qualidade ou mesmo óleo de girassol ou canola — que usa, no...