Fazer xixi num banheiro com parede de vidro, a 240 metros de altura, exposto para os céus e com toda Londres a seus pés é uma experiência que só uma visita ao observatório The View from the Shard pode proporcionar (com 310 metros de altura, o Shard é o arranha-céu mais alto de Londres e o quarto maior da Europa). Numa das regiões mais antigas da cidade (e pertinho do Borough Market, que a gente ama), em Southwark, o starchitect  italiano Renzo Piano (Whitney Museum, Morgan Library, Aeroporto Kansai, The New York Times) imaginou um caco de vidro — “shard” quer dizer caco — na forma de um edifício-pirâmide que abriga: escritórios (do 2 ao 28º andar), bares e restaurantes (do 31º ao 33º), o hotel Shangri-La (do 34º ao 52º, com uma piscina no 52º), apartamentos! (do 53º ao 65º, que custaram entre £ 30.000.000 e £ 50.000.000, ou R$ 300 milhões) e o observatório, que ocupa os últimos cinco andares do edifício, do 68º ao 72º andar. {E está pertinho do mercado mais antigo — e imperdível — de Londres, o Borough Market, aonde você pode ir comer e beber depois; clique aqui para saber tudo sobre a experiência.}

O MELHOR HORÁRIO PARA A VISITA

Como só abre às 10h da manhã e não dá para ver o dia raiar, o melhor horário de visitar o observatório é pegar o elevador — que sobe a seis metros por segundo — para contemplar o pôr do Sol ao ar livre no 72º, o último andar do The View from the Shard, sentado ou deitado no chão, já que não tem cadeiras ou bancos em nenhum dos andares {para checar os horários do pôr do Sol de cada dia em Londres, é só clicar aqui }. Também é preciso verificar os horários de funcionamento (muitos eventos fechados impedem a entrada dos visitantes) e é sempre bom checar a previsão do tempo antes de ir. Se o tempo estiver nublado (o que não é raro em Londres), a vista ficará comprometida (apesar de o fog  ter seu charme). Mas, se você tiver agendado pelo site (uma vez feito, não dá para reagendar) e não conseguir enxergar os principais pontos turísticos da cidade (a Catedral Saint Paul, a roda-gigante London Eye, o prédio One Canada Square em Canary Wharf ou a Tower Bridge), é só você falar com um atendente na bilheteria para ter o direito de voltar ao The View mais uma vez, de graça. É o que eles chamam de Weather Guarantee.

PRECISA AGENDAR COM ANTECEDÊNCIA?

Nas duas vezes que fui, nem reservei pela internet. Cheguei, comprei o ingresso e subi rapidinho, sem filas. Mas a vantagem de comprar o ingresso com antecedência mínima de 24 horas pelo site  é que ele custa £ 5 mais barato (só é importante saber que não dá para cancelar ou reagendar a data pelo sistema; e você tem 30 minutos de tolerância a partir do horário agendado, depois disso perde o ingresso). Assim, se você chegar e comprar um ingresso para adulto vai pagar £ 30,95 no balcão e £ 25,95 pela internet. E, uma vez lá em cima, não tem hora para descer; você pode passar o tempo que quiser :- ) {Para checar a tabela de preços completa, é só clicar aqui}

LE VIEW AVEC CHAMPAGNE

Uma das opções de ingresso inclui uma taça de champagne (um acréscimo de £ 8 no preço), mas, além de não ter banco ou cadeira para se sentar no The View (o chão é a única opção), a bebida é servida em taças de plástico. Por isso, a nossa dica é descer para o térreo, entrar no lobby do hotel Shangri-La (relembrando, o hotel fica também no Shard, alguns andares abaixo do The View), pegar o elevador e subir para o Gong, o elegante e confortável bar do hotel — também com vista — que fica no 52º andar do Shard, aberto do meio-dia à meia-noite, que tem um champagne bar  com várias opções do espumante em taça: Deutz, Louis Roederer, Bollinger, Dom Pérignon, Duval Leroy, entre brancos e rosés (só é preciso se preocupar com menores de idade, que não entram, e o dress code: chinelos, bermudas, regatas, moletons não são aceitos).

{Quer conhecer também uma forma elegante de visitar a Torre Eiffel? Clique aqui.}

the-view-the-shard-1200-7Obra do arquiteto italiano Renzo Piano, o Shard é o edifício mais alto de Londres. Imagem: Divulgação

SONY DSCDo térreo, olhando para cima, é como se o prédio não tivesse fim. Imagem: Shoichi Iwashita

SONY DSCOutro ângulo visto do térreo. Imagem: Shoichi Iwashita

SONY DSCNo 68º, o pé-direito é altíssimo e você está protegido do frio e do vento. Imagem: Shoichi Iwashita

SONY DSCJá no 72º andar, com o teto aberto, dá para se sentir no céu. Imagem: Shoichi Iwashita

SONY DSCMas o último andar aberto ao público, a 270 metros de altura, ainda não é o fim do edifício, que tem 310 metros de altura. Imagem: Shoichi Iwashita

SONY DSCMais uma foto do 72º andar.

GONG-cocktail-bar-Shangri-La-Hotel-At-The-Shard-London-1200O bar Gong, no hotel Shangri-La, no 52º andar do Shard. Imagem: Divulgação