Você vai subir dois andares das escadas de um edifício histórico — um dos armazéns do Speicherstadt — e quando passar da bilheteria (agende o seu horário com antecedência porque você pode pegar fila ou mesmo não conseguir entrar), você vai entrar no sótão de sonhos dos irmãos Gerrit e Frederik Braun. Depois de dez anos e dez milhões de euros, os gêmeos transformaram um projeto desacreditado pela cidade e pelos investidores na atração mais visitada de Hamburgo. E da Alemanha. São 1,6 milhão de visitantes por ano; mais que o Castelo de Neuschwanstein, símbolo da Alemanha, e com mais de 100 anos de idade.

E o clima do Miniatur Wunderland é exatamente esse. O de jovens que criaram um — mega — negócio na garagem (não espere um prédio e ambientes com beleza e organização à la Disney). Mas eles impressionam mesmo é com o trabalho minucioso, aquele que apenas pessoas apaixonadas conseguem realizar, e os números superlativos: em 1300 metros quadrados espalhados por dois andares, são 13 quilômetros de trilhas, 930 trens com 15 mil vagões (o maior deles tem quase 15 metros de comprimento), 215 mil bonequinhos (feitos um a um), 350 mil luzinhas de LED (os dias em Wunderland duram apenas 15 minutos, quando anoitece), 4 mil construções, TUDO em movimento, TUDO funcionando, TUDO controlado por um software exclusivo através de 40 computadores (é impressionante ver os carros e caminhões circulando pelas avenidas sem estarem presos por um trilho), e 260 funcionários operando e construindo as novas seções.

Você vai conseguir ver Hamburgo (com direito à miniatura do Elbphilarmonie; o prédio “real” só será inaugurado na cidade em 2017), Las Vegas, o Grand Canyon, as paisagens escandinavas, suíças (a montanha Matterhorn — conhecida também como Monte Cervino, em italiano — tem seis metros de “altitude”), a Áustria, e já estão sendo construídas a França e a Itália, com previsão de inauguração em 2016.

KNUFFINGEN FLUGHAFEN
O aeroporto de Knuffingen, no entanto, é a grande atração do Miniatur Wunderland. É inspirado no Aeroporto de Hamburgo, tem 150 metros quadrados, 50 aeronaves (de Airbus 319 a A380, Boeing 747 e Concorde), com direito a fingers que acoplam nas portas do aviões quando eles estacionam, carros de abastecimento e até funcionários. Mas o que mais fascina é que os aviões pousam e decolam! Até o barulho do motor das aeronaves durante as decolagens é fidedigno a cada modelo! E você quer saber qual o próximo voo a partir? Basta checar no painel. Sério, é demais. (E fique atento para um “avião” NADA convencional que passa voando pela pista de pouso tirando risadas do público).

De resto, aproveite seu tempo para observar as situações cotidianas (são vários incêndios, acidentes e crimes sendo prontamente atendidos por bombeiros e policiais), algumas engraçadas (como o funcionário tirando fotocópia de seu traseiro na máquina de xerox da firma que você vê através da janela de um dos prédios), ou que beiram a ficção científica (fique atento aos discos voadores e alienígenas e os pinguins viajando de trem com malas e cachorros de estimação).

E não pense que uma visita ao Miniatur Wunderland é coisa pra criança. 90% dos visitantes é formado de um público bem adulto, mas não menos encantado com essas maravilhas em miniatura.

Para saber mais sobre Hamburgo, clique aqui e saiba por que visitar a cidade mais sofisticada da Alemanha. 

E CONFIRA O NOSSO GUIA COMPLETO DE HAMBURGO:
Hamburgo: os 15 passeios essenciais
Hamburgo, uma introdução
Hamburgo: informações práticas
Hamburgo: Hospedagem
Hamburgo: Hotel 25hours HafenCity

SONY DSC A entrada do Miniatur Wunderland, num dos edifícios do Speicherstadt. Imagem: Shoichi Iwashita miniatur-wunderland-hamburg-landungsbruckeLandungsbrücke na mini Hamburgo do Miniatur Wunderland. Imagem: Shoichi Iwashita SONY DSC A mini Hamburgo com a Michaelskirche. Imagem: Shoichi Iwashita miniatur-wunderland-hamburg-2As lindas paisagens suíças. Imagem: Shoichi Iwashita miniatur-wunderland-hamburg-3 A cidade fictícia de Knuffingen. Imagem: Shoichi Iwashita SONY DSC Procurando pelo aeroporto. Imagem: Shoichi Iwashita SONY DSC Momento especial: decolagem de um Boeing 747 da Lufthansa e um Concorde da Bristish Airways se preparando para decolar. [A propósito, você já leu a matéria Como era voar no Concorde da Simonde?] Imagem: Shoichi Iwashitaminiatur-wunderland-hamburg-4 O aeroporto de Knuffingen, inspirado no aeroporto de Hamburgo, quando anoitece no Miniatur Wunderland. Imagem: Shoichi Iwashita miniatur-wunderland-hamburg-5O painel de partidas e chegadas de aviões vindos de todo o mundo! Imagem: Shoichi Iwashita miniatur-wunderland-hamburg-6A sala de controle onde 40 computadores controlam todos os movimentos de carrinhos, caminhõezinhos, trenzinhos e aviõezinhos. Imagem: Shoichi Iwashita SONY DSC Novo projeto já em execução: Roma. Imagem: Shoichi Iwashita

Agora, assista ao vídeo abaixo para ver o aeroporto em funcionamento!