A foto é da classe executiva, mas na Air France o champagne é para todos e é servido até na classe econômica (a diferença é que na econômica eles só servem durante o serviço do jantar). Imagem: Shoichi Iwashita

A Air France tem os melhores horários de voos diretos partindo de São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza com destino a Paris. De São Paulo, são dois voos diários: o AF 457 saindo de GRU às 15h10 e o AF 459, às 18h55. Do Rio, o voo AF 443, também diário, sai às 15h25. E de Fortaleza, os três voos semanais AF 415 partem às quartas, sextas e domingos, às 19h35. E todos chegam à Paris pela manhã, entre 7h35 e 11h15, fazendo com que você já consiga aproveitar o primeiro dia de viagem.

Aqui na Simonde, você já conferiu como é e quanto custa voar na Premium Economy {clicando aqui} da companhia aérea que é sinônimo de França — a ponto de servir champagne (da Champagne mesmo, não espumante) em todas as classes, incluindo a econômica — e que completou em 2019, 85 anos. Hoje, você confere como é e quanto custa viajar na classe executiva, a Business.

A EXPERIÊNCIA DA BUSINESS AIR FRANCE NO AEROPORTO DE GUARULHOS

O Boeing 777-300 com as quatro classes estacionado no Terminal 3, no Aeroporto de Guarulhos, para o voo AF 457, saindo à tarde do Brasil e chegando de manhã cedo em Paris. Imagem: Shoichi Iwashita

Em qualquer classe, a experiência completa Air France só pode ser vivida dos voos partindo de Paris; saiba tudo mais abaixo. Dos voos partindo de GRU, os passageiros da Business Air France têm nos balcões de check-in do Terminal 3 uma fila prioritária e exclusiva: a Sky Priority (só não deixe de baixar o aplicativo da Air France que é muito prático e fácil de usar, com informações em tempo real sobre sua viagem). Como a companhia não tem lounges próprios nos aeroportos brasileiros, em Guarulhos, a sala utilizada pelos passageiros da classe executiva é a American Express Lounge, antiga GRU Executive Lounge, que está maior e conta até com um buffet vegano.

No entanto, como acho comida de sala VIP sempre abaixo da média, sigo comendo no Ráscal antes do voo, o único restaurante com comida fresca e bem feita do aeroporto de Guarulhos; mas como o lounge da Amex atende a Air France, amo passar lá para pegar todos os jornais e revistas franceses à disposição para ler no voo. Já no portão de embarque, procure também pela fila prioritária Sky Priority, sempre sinalizada em vermelho.

A POLTRONA BLEU-BLANC-ROUGE DA BUSINESS AIR FRANCE

Embarcando antes de todo mundo na classe Business da Air France. Imagem: Shoichi Iwashita

São 40 poltronas de classe executiva no Boeing 777-300. Na posição cama, o assento chega a ter quase dois metros de comprimento. Imagem: Shoichi Iwashita

Além do monitor de 16 polegadas touchscreen e alta definição, ao lado da poltrona você também encontra um controle com todas as funções e uma luz de leitura ajustável. À esquerda, a portinha curva do pequeno armário equipado com um espelho onde fica o fone antirruído. Imagem: Shoichi Iwashita

Amplo espaço para os pés, mesa espaçosa com suporte lateral, porta-revistas, tomada universal e saída USB, e lugares para armazenar objetos completam o excelente produto da Air France. Imagem: Shoichi Iwashita

Do uniforme dos tripulantes ao vídeo de segurança, sem deixar de lado as nécéssaires e a Magazine e Madame, as duas revistas customizadas da companhia que tem conteúdo com qualidade acima que a maioria dos títulos editoriais brasileiros, não tem como não se deixar conquistar pela comunicação e pelo design Air France. O mesmo acontece com a poltrona da Business.

Com seus casulos em tons de gelo, cinza e metal cromado fosco; poltronas em tecido azul-marinho com partes em couro da mesma cor (encosto da cabeça, cinto de segurança e apoios para os braços e pés); e detalhes em vermelho (a marca bordada no assento e o interior do porta-trecos), a cabine entrega a elegância classuda e discreta, com um toque de humor, que a gente espera dos franceses (mais elegância que humor, na verdade). Sobre as poltronas, você vai encontrar o travesseiro, o edredon e o cabide com o número do seu assento para que você possa já pendurar o seu paletó e entregar para o comissário guardar. Só atenção para o braço da poltrona, que precisa estar abaixado durante a decolagem e o pouso, oferecendo acesso sem barreiras para o corredor em caso de emergência.

O conforto e a privacidade também são levados em consideração: a configuração 1-2-1 permite que todos os passageiros acessem o corredor sem precisar pular o vizinho, e as poltronas — que reclinam 180 graus na posição cama — organizadas no formato “espinha de peixe” fazem com que você se sente na diagonal e não tenha visão das poltronas vizinhas (o mesmo nas duas poltronas centrais: essas, separadas por uma divisória que pode ser retirada caso você esteja viajando com alguém conhecido).

O sistema de entretenimento é um dos destaques da Air France e tem muitos filmes novos, cinema francês, documentários. Imagem: Shoichi Iwashita

Nos banheiros da classe Business, produtos Clarins à disposição. Imagem: Shoichi Iwashita

Além de você poder pedir tira-gosto quente, frutas e gulodices a qualquer momento durante o voo, na galley você encontra uma estaçãozinha montada para se servir. Imagem: Shoichi Iwashita

CHAMPAGNE LAURENT PERRIER, LINDAS NÉCESSAIRES E PROTEÇÃO PARA O FONE ANTIRRUÍDO

Uma vez a bordo, os comissários passam água e champagne Laurent Perrier Brut (uma das melhores maisons entre essas maiores e mais famosas) em copos de vidro; distribuem o cardápio que inclui a lista de bebidas e vinhos a serem servidos (em francês, inglês e português) para que você já faça a sua escolha de prato principal (na ida foram quatro opções, na volta, três); e entregam a nécéssaire que vem com uma linda máscara para dormir (sempre guardo para usar em outras viagens), hidratantes Clarins para a pele e para as mãos, protetores auriculares, caneta, pente, pasta e escova de dentes e as capas descartáveis para que você forre o fone antirruído que está dentro do porta-trecos (equipado também com um muito bem-vindo espelho). Além disso, são entregues meias e pantufas para que você possa ir ao banheiro sem precisar calçar os sapatos.

Um pouco antes da decolagem, o comissário passa com um tablet perguntando sua seleção de prato principal (caso você não tenha pedido uma refeição especial) e se deseja ser acordado para o café da manhã.

A COMIDA DE GRANDES CHEFS FRANCESES A 43.000 PÉS

Depois das castanhas com os primeiros drinques, o segundo tempo é composto pela bandeja com a salada, os pães e as entradas (camarão com tartare de manga e sêmola), já com os queijos — sempre comidos depois do prato principal na França — e a sobremesa (torta de damasco). Imagem: Shoichi Iwashita

A cada três meses, a Air France convida um grand chef francês para criar duas opções de pratos principais. Dessa vez, quem assinava era a chef-três-estrelas-Michelin Anne-Sophie Pic. Mas os pratos só estão disponíveis nos voos partindo de Paris. Na foto, Saithe (um tipo de bacalhau) com molho curry com leite de coco, e arroz de Camargue (na Provence). Imagem: Shoichi Iwashita

No café da manhã, os ovos mexidos com Emmental ralado e tomate assado vinham com salsicha de vitela (filhotinho da vaca), que eu pedi para tirar. Imagem: Shoichi Iwashita

Apesar de haver sempre pelo menos uma opção de peixe, de frango e uma ovolactovegetariana entre os pratos principais do serviço de três ou quatro tempos do jantar da classe Business, se você não comer carne de porco, por exemplo, ou tiver qualquer restrição alimentar, o melhor é solicitar uma refeição especial pelo site da Air France até 48 horas antes do embarque (sempre acaba tendo ou-prosciutto-ou-coppa-ou-bacon-ou-frios em todas as refeições). A boa notícia é que, além de fácil e rápido, são muitas as opções possíveis.

Basta acessar sua reserva no site ou no aplicativo com o localizador, procurar por “Refeições a Bordo” e clicar em “Ver Menus”. Lá, você pode selecionar entre 15 tipos de refeições, sem qualquer acréscimo no preço. Do kosher ao vegano, passando por refeição para diabéticos, sem alérgenos, com pouco sal ou hindu. Eu uso sempre.

Já dentro do avião, você pode optar pelo serviço expresso, que vem sem o prato principal, só com a entrada, os queijos e a sobremesa. Na classe executiva, depois de o comissário abrir sua mesa e forrá-la com um pano, o serviço vem em três tempos, diferentemente da econômica, onde a refeição vem toda na mesma bandeja; ou seja, dos primeiros drinques até o serviço de café e chá, o jantar pode durar até mais de uma hora. Como gosto de aproveitar ao máximo o tempo de voo para dormir (principalmente na ida, já que o objetivo é chegar o mais descansado possível para aproveitar o destino), o serviço expresso sempre é uma alternativa. Pois quanto antes e mais rápido for servido e recolhido o jantar, melhor.

PRECISA DE ATENÇÃO ESPECIAL NA CHEGADA OU ENTRE CONEXÕES NO CDG?

Além de desembarcar do avião primeiro, os passageiros Business têm prioridade também no recebimento das malas, já que elas são sinalizadas com a etiqueta Sky Priority durante o check-in, e saem na esteira antes das malas das outras classes.

Mas, se você tem pressa (ou uma conexão doméstica rápida), insegurança ou qualquer dificuldade com idiomas, a Air France oferece o serviço de recepção personalizada no aeroporto internacional Charles de Gaulle, em Paris. Nele, o agente, que fala o idioma que você escolher — de português (brasileiro ou de Portugal) a hindi —, te espera na porta do avião, leva pelo caminho mais rápido pelo aeroporto, passa pela imigração em guichê especial e sem fila junto com você, e acompanha todo o processo, inclusive na retirada das bagagens, caso você tenha algum problema com elas.

O serviço custa € 150 para uma pessoa e € 20 por pessoa adicional (um agente pode acompanhar até quatro pessoas). Para solicitar o serviço no aeroporto Charles de Gaulle, basta ligar até duas horas antes da decolagem do seu voo para o número + 33 (0) 1 / 7295-0077, de segunda a sábado, das 8h às 20h no horário de Paris (quatro ou cinco horas a mais que São Paulo).

QUANTO CUSTA VIAJAR NA CLASSE BUSINESS DA AIR FRANCE?

Com os preços dinâmicos, um bilhete ida e volta, São Paulo GRU – Paris CDG – São Paulo GRU, na classe Business Air France pode custar entre R$ 11.000 e R$ 28.000, já com as taxas inclusas, e direito de despachar duas malas de até 32 quilos cada uma, e levar duas maletas de mão e um acessório, no total de 18 quilos a bordo.

É importante lembrar que os bilhetes com valores mais baixos têm mais restrições quanto à mudança de data ou horário da viagem e possibilidade de reembolso, e pontuam menos no programa de fidelidade Flying Blue. Se você estiver indeciso ou não puder fechar a compra na hora da pesquisa e quiser segurar os preços que encontrou no site, existe ainda a possibilidade de manter a tarifa por 72 horas mediante pagamento de R$ 64.

OS SERVIÇOS QUE VOCÊ SÓ ENCONTRA NO CHARLES DE GAULLE, PARA APROVEITAR NA VOLTA

É na volta que você vai ter a experiência completa Air France, incluindo os novos e lindíssimos lounges-com-tratamentos-Clarins da companhia nos terminais 2E (halls K, L e M) e 2F, com destaque para a sala do Hall L no terminal 2E (foto acima), de onde saem os voos para o Brasil; da ala exclusiva Sky Priority no momento do check-in, sempre sem filas; do serviço em português caso você precise de qualquer assistência no aeroporto; e dos pratos a bordo assinados por grandes chefs franceses que fazem parte das refeições.

Vale até chegar um pouco antes no aeroporto só para conseguir aproveitar tudo comme il faut.

COMPRE A SUA PASSAGEM:

{Para comprar a sua passagem com a Air France, é só clicar aqui.}

LEIA TAMBÉM:

O guia definitivo dos melhores doces de Paris

— As padarias parisienses e o não café da manhã

Yann Couvreur: alta pâtisserie no bandejão para comer no balcão

Arte-Banner-Instagram-Divulgacao-10