• Guia

  • ÉPOCA

  • BAIRRO

  • ESTILO

  • CARACTERÍSTICAS

  • NÍVEL DE PREÇO

  • IDIOMA

Guia

Como era voar no Concorde: A poltrona quase-econômica, o serviço primeira classe e a sensação de viajar no tempo

Foi um retrocesso para a aviação comercial. Eu tinha vinte anos, morava em Londres, ia regularmente para Nova York, e achava que os voos supersônicos existiriam para sempre. E já são de mais de quinze anos sem o Concorde. Foram apenas doze os aviões — British Airways com sete e a Air France com cinco — que, por 27 anos, encurtaram as distâncias do mundo. E, mesmo com toda a tecnologia do século 21, não há qualquer previsão ou perspectiva para a próxima década de que exista novamente um voo comercial na velocidade Mach 2 (ou...


Whitney Museum: Quando artistas norte-americanos discutem os problemas e os valores da América

O poder econômico de um país sempre atrai a atenção do mundo para sua produção artística. Assim como já há alguns anos existe um interesse do mercado por obras de árabes e chineses, o mesmo ocorreu com os Estados Unidos ao longo do século 20, desde quando eles passaram a integrar o panteão das potências globais após a Primeira Guerra Mundial (1914-1918; é preciso lembrar que os novos milionários americanos já compravam o melhor da arte europeia a preços exorbitantes na virada do século 19 para o 20). Mas, apesar da...


Mandarin Oriental, New York: Quando a relação entre a localização de um hotel e o destino consegue ser perfeita

Se a principal preocupação — e o maior desafio — de toda rede internacional de hotéis de luxo é encontrar um lugar especial nos destinos mais disputados do mundo para instalar sua bandeira, é preciso dizer que o Mandarin Oriental de Nova York, exatamente na linha que separa Midtown do Upper West Side, em frente ao Columbus Circle (acho que a única rotatória da cidade), está, sem qualquer dúvida, na melhor localização de Manhattan para o viajante. E é o mais bem localizado dos Mandarin que conheço (e, olha, que a...


Frick Collection: Como o homem mais odiado da América construiu uma fabulosa coleção de arte em Nova York

Essa é uma história que você não vai  escutar durante sua visita ao museu. Porque ele foi o homem mais odiado da América. E com razão. Henry Clay Frick, junto com o outro magnata do aço, Andrew Carnegie (sim, do Carnegie Hall), foi responsável pelo rompimento de uma barragem que resultou na destruição de 1600 casas no vilarejo de Johnstown matando mais de 2200 de seus habitantes em 1889 (o maior desastre causado pelo homem da história dos Estados Unidos antes do ataque ao World Trade Center em 11 de setembro de 2001). Em 1892,...


Qual é a relação entre o Cipriani, o Harry’s Bar, o Harry Cipriani e o Cipriani Downtown?

Apesar de terem conquistado o mundo, a origem do império Cipriani — e também da rede de hotéis, trens e cruzeiros de luxo Orient-Express, hoje Belmond — é uma só: Veneza e o Harry’s Bar, inaugurado 1931 pelo commendatore  Giuseppe Cipriani. Bar simples, mítico, imperdível — e desde 2011, Patrimônio Histórico Nacional —, onde foram criados o carpaccio  e o bellini  (e que prepara um ótimo Dry Martini servido num copinho de shot, numa proporção super-dry  intitulada Montgomery com azeitonas à parte, e um ainda...


Saiba como usar os mapas Simonde no celular durante sua viagem; é simples!

Antes quando viajava, sempre organizava a agenda do dia por bairro (dia 10, vou explorar bairro X; dia 11, exploro Z), até perceber que, muitas vezes, um lugar estava AO LADO de outro que já tinha ido, porque estavam nas extremidades de bairros vizinhos (em Paris principalmente, já que o 8º arrondissement  fica ao lado não só do 9º, mas também do 1º; o 3º é vizinho do 4º e também do 10º arrondissement...). E eu ficava com a sensação de “se eu tivesse planejado melhor, poderia ter conhecido esse lugar no mesmo dia; perdi...


Nova York: Restaurantes

É possível comer o mundo em Nova York. E comer bem, muito bem. No caldeirão, considere os seguintes fatos: 1) são mais de 17 mil restaurantes espalhados em 828 quilômetros quadrados; 2) mais da metade da população é formada por imigrantes de 170 países; 3) desde o extraordinário crescimento econômico do século 19, a cidade é uma das mais ricas do planeta (os nova-iorquinos quase não comem em casa e gostam de comer bem em ambientes estilosos); 4) alguns dos mais célebres chefs  do mundo (americanos e estrangeiros) têm suas...


The Modern no MoMa

Templo da arte moderna (foi o primeiro museu dedicado à arte moderna e contemporânea e hoje tem um acervo de 150 mil das mais importantes obras desse período) eu não consigo ir à Nova York sem passar pelo MoMA, seja para ver uma das sempre interessantes exposições temporárias, assistir a um filme ou rever obras do acervo permanente. E para quem gosta de comer, o que seria melhor que estar em contato com a melhor arte e ainda poder apreciar uma refeição duas estrelas Michelin no mesmo lugar? Com uma localização única e especial,...


Será o fim das gorjetas em Nova York?

A gorjeta — obrigatória, senão o garçom sai correndo atrás de você na rua — é uma instituição norte-americana (o oposto do Japão, onde gorjeta é insulto). Mas, parece que isso vai começar a mudar a partir do fim de novembro, quando os checks  do The Modern não virão mais com a linha onde você escreveria os 20% de tip. A implementação da taxa Hospitality Included em todos os 13 restaurantes do Union Square Hospitality Group (grupo ao qual pertencem o restaurante do MoMa, o Gramercy Tavern, o Union Square Cafe, entre...


Rizzoli Nova York

A Rizzoli, aberta em Nova York em 1964 pelo magnata da comunicação italiano Angelo Rizzoli lui même, era considerada uma das mais bonitas livrarias do mundo, mas foi fechada 2014 para que o prédio da 57th Street  fosse demolido. Mas uma das minhas duas livrarias preferidas da Big Apple reabriu (a outra é a McNally & Jackson, no SoHo; saiba tudo, clicando aqui), agora em Nomad (entre a Eataly e o Nomad), e acredite: é bem provável que a nova e única loja da Rizzoli nos Estados Unidos (eles também têm corners  no Eataly e na...


McNally & Jackson

Junto com a Rizzoli (que tinha fechado na 57 mas ACABA de reabrir a duas quadras do NoMad), a McNally & Jackson são as minhas duas livrarias prediletas em Manhattan. Enquanto a Rizzoli prima pela seleção de livros de arte, design, fotografia (e também por negociar livros antigos e raros), a McNally (entre o Mercer e o New Museum, e a uma quadra do Balthazar, ou seja, no meio do SoHo) é daqueles lugares que a gente adora amar e frequentar: única, independente, charmosa, com o melhor horário de funcionamento (de segunda a sábado...


The Morgan Library

Reaberta em 2006, após uma extensa e bem-sucedida reforma e ampliação por Renzo Piano, a Morgan Library & Museum é uma atração imperdível. The Morgan Library & Museum é o resultado da paixão pelo colecionismo - seu hobby  quando não estava controlando a economia mundial - de John Pierpont Morgan, um dos homens mais ricos e poderosos que a América já conheceu. Grande entendido de arte (sabia mais sobre valor e autenticidade que muitos especialistas), J.P. Morgan, como ficou conhecido, além de ter amealhado durante sua...


Le Bernardin, o três estrelas clássico e sem erros

Dos três macarrons  Michelin em Nova York, o Bernardin (1986) — junto com o Jean-Georges — talvez seja menos emocionante se comparado ao Per Se (2004) ou ao Eleven Madison Park (2006).  Mas de um restaurante que já nasceu clássico há trinta anos (quando foi transferido da Rive Gauche parisiense para a Big Apple), isso não é algo negativo. O Bernardin sempre esteve — e continua — no topo máximo das avaliações do Michelin, do New York Times (há mais de 20 anos consecutivos com quatro estrelas) e, em Nova York,é o...


Passo a passo: Como tirar o visto americano

Antes de qualquer coisa: primeiro tire o visto, depois compre a passagem e reserve o hotel. Se o seu visto for negado — apesar de que a taxa de brasileiros rejeitados é cada vez menor (hoje em torno de 6%) —, eles não reembolsam nem os US$ 160 (quase R$ 500) que você vai gastar para tirar o visto nem qualquer prejuízo que você tenha por não conseguir realizar a viagem. Os brasileiros gastam TANTO nos Estados Unidos que o sonho dos órgãos de promoção do turismo norte-americanos é acabar com o visto para brasileiros, mas por...


Cafe Sabarsky, um pedacinho de Viena no Museum Mile

Na Quinta Avenida, no Museum Mile, entre o Metropolitan Museum e o Guggenheim (a três quadras de cada um) está um dos museus mais elegantes e únicos do mundo: a Neue Galerie, com uma coleção focada nas artes e design  alemão e austríaco do início do século 20, que pertence ao herdeiro da Estée Lauder, Ronald Lauder. Dentro da Neue Galerie, e inspirado nos grandes cafés de Viena, está o Cafe Sabarsky, o lugar perfeito para um café da manhã, almoço, chá da tarde com bolo ou early dinner, pré ou pós-peregrinação nos...


The Noguchi Museum

O Noguchi Museum é uma das pérolas de Nova York. Fundado em 1985, em Long Island, Queens (a localização não é central e tem de ir de carro ou táxi), para celebrar a vida e a obra de um dos artistas mais produtivos e influentes do século 20, o espaço é perfeito para fugir da agitação de Manhattan (onde várias de suas obras ocupam alguns dos mais importantes prédios comerciais da ilha) e contemplar esculturas, móveis e objetos, além de um jardim pequeno, tranquilo, mas impecável (que é a minha ideia de paraíso). O escultor e...


The Nomad Restaurant

Quando entrei no Nomad, foi paixão à primeira vista. O hotel-e-restaurante que leva o nome do bairro onde está situado (NOrth of MADison Square Park) é aconchegante e faz a gente se sentir em casa - e no Costes (até saber que a decoração elegante em clima de boudoir – sooo French – era assinada pelo mesmo Jacques Garcia, que também decorou o Costes lá no comecinho dos anos 1990; explicado). Tanto o Costes como o Nomad são hotéis AND restaurantes de único nome. Mas, enquanto o Costes está numa localização incrível em...


Eleven Madison Park

Assim como o Gordon Ramsay da Royal Hospital Road  em Londres, o Eleven Madison Park é a quinta-essência gastronômica de Nova York: fica em frente ao Madison Square Park (e no MEIO, entre uptown  e downtown, entre o oeste e o leste de Manhattan); o salão dramático tem pé-direito alto com grandes janelas (bem bonito na hora do almoço com a luz do dia); fica num prédio art-déco que parece ter saído de Gotham City; é fun and entertaining - talvez herança do showbiz  norte-americano -; e o serviço é mais solto, menos formal que em...


Exotique

Os filmes noir de Hollywood das décadas de 1940 e 1950 reinventaram a posição da mulher e da moda feminina na cultura popular. Em 1947, dois anos após o fim da Segunda Guerra Mundial, Christian Dior, faria uma ode à feminilidade com o seu New Look (nome dado pela redatora-chefe da Harper's Bazaar norte-americana, Carmel Snow), dando poder às mulheres sobre os homens (mesmo que fosse apenas um statement fashionista). No cinema, femmes fatales como Rita Hayworth, Barbara Stanwyck e Jane Greer usavam roupas reveladoras e joias com o intuito...


Tiffany’s Blue Book

A hoje joalheira Tiffany começou suas operações como uma elegante papelaria — que também vendia objetos de prata — na Broadway, em 1837 (a rua mais movimentada de Manhattan na época). Em 1840, a casa começaria a comprar joias da coroa francesa e revender para os novos magnatas do lado de cá do Atlântico. Três anos depois, produziu um dos primeiros serviços de venda por catálogo a ser distribuído pelos correios nos Estados Unidos. A edição anual com as criações e seleções de Charles Tiffany e seu cunhado John Young,...


Rizzoli fecha suas portas em Nova York

Fechamentos tristes e históricos no mundo: a G.Lorenzi fechou definitivamente suas portas na Via Montenapoleone, em Milão (confira o post aqui); o Pastis fechou no Meatpacking, em Nova York; e acabei de ficar sabendo que a Rizzoli da 57th, minha livraria predileta junto com a McNally Jackson, com uma seleção impecável de artes e literatura (além de ser um lugar onde a gente encontrava todos os jornais italianos), fecha suas portas na semana que vem, dia 11 de abril de 2014, depois de mais de vinte anos ocupando o endereço. Assim como o...


High Line

É impressionante a capacidade dos nova-iorquinos de transformarem lugares degradados em hype. E o Meatpacking District – junto com o Brooklyn – foram os últimos bairros revitalizados no melhor sentido possível. Além de todas as lojas sofisticadas (Jeffrey, Vitra, Lars Bolander), os restaurantes (Pastis, Spice Market) e hotéis modernosos (Gansevoort, The Standard - a High Line passa por debaixo do Standard, bem legal -, Soho House), o Meatpacking também tem um jardim suspenso de quase 2 km de comprimento, que ocupa uma antiga e...


McNally dispensa assistentes dos banheiros do Balthazar

Uma das experiências mais desagradáveis em alguns restaurantes e hotéis em Nova York e Londres é a presença de um “assistente” no banheiro, geralmente estrangeiros que mal falam o idioma local, para colocar sabonete líquido nas suas mãos e que fica ao seu lado esperando você enxaguá-las para lhe dar os papéis para secá-las - esperando uma gorjeta ao final do ritual. Confesso que já saí do banheiro sem lavar as mãos intimidado por não ter dinheiro (e todos sabem como americanos levam a gorjeta a sério). Mas o restaurateur ...


Nova York, uma introdução

Junto com Paris, Nova York foi e continua sendo uma das cidades mais fotografadas, filmadas, escritas e cantadas do mundo. Símbolo-mor do progresso, terra-mãe dos arranha-céus (em 1902, a cidade já tinha 66 prédios com mais de 25 andares), – das portas pesadas que abrem para fora (ô confusão!) –, da pop art, dos musicais, e de grandes capitalistas que transformaram um país ainda na adolescência na maior potência do mundo (Morgan, Carnegie, Ford, Frick, Rockefeller entre muitos outros), a ilha de Manhattan (ponto de partida para o...


Neue Galerie: O melhor da arte e do design germânicos onde está o quadro mais emblemático de Klimt

Assim como a Frick Collection e a Morgan Library, a Neue Galerie é o resultado do sonho de um colecionador apaixonado. A única diferença é que Ronald Lauder, herdeiro do império Estée Lauder, aos 70 anos, ainda está vivo. E sua coleção, que forma a Neue Galerie (“Galeria Nova”, em alemão, inspirada na Neue Galerie de Viena) apresenta e retrata, com obras importantes (é o maior acervo dos incríveis Gustav Klimt e Egon Schiele fora de Viena), o dinamismo e o vanguardismo da arte e do design  germânicos — principalmente...


Per se

Conseguir uma reserva é um trabalho hercúleo e é preciso esquecer/abstrair que você está fazendo todo esse esforço (com uma antecedência exata um mês, I must say) para jantar em um shopping center. Nesse contexto, é natural que as expectativas para um jantar no Per Se sejam as mais altas. E o que faz todo esse esforço valer a pena, é que Thomas Keller e sua equipe conseguem entregar uma experiência gastronômica memorável e deliciosa. Pra mim, junto com Bernardin, o Per Se é o melhor restaurante de Nova York e um dos melhores...


WordPress Theme built by Shufflehound. Todos os direitos reservados. © 2018 - Simonde