• CONTINENTE

  • CIDADE

  • CARACTERÍSTICAS

  • NÍVEL DE PREÇO

  • PAÍS

  • REGIÃO | ESTADO

  • ESTILO

  • ÉPOCA

  • BAIRRO

  • PALAVRAS-CHAVE

Hospedagem

Fasano Salvador: O melhor hotel da cidade tem design contemporâneo e localização icônica

Dos sete hotéis Fasano no Brasil e no Uruguai, o Fasano Salvador é o primeiro endereço do grupo de hospitalidade e gastronomia brasileiro a ocupar um prédio histórico — um edifício de escritórios art déco (mas mais decorado) construído em 1930 onde funcionavam não só a sede e a gráfica do jornal A Tarde, um dos principais jornais da Bahia, fundado em 1912, mas também um hotel, o Wagner, no quinto e no sexto andares, cujos hóspedes já tinham acesso à vista para o mar da Baía de Todos-os-Santos no topo do...


Nizuc Resort: O hotel-destino na Riviera Maia onde comer é delicioso e visitas diárias ao spa são obrigatórias

Chegar ao Nizuc Resort & Spa é fácil, e ficaria ainda mais fácil se voltassem os voos diretos de São Paulo e Rio para Cancún CUN (a Gol começa em junho de 2019 voos diretos partindo de Brasília BSB, mas no Boeing 737 Max 8 — o dos acidentes em Jakarta e Addis Ababa —, só com as classes econômica e premium economy e em voo diurno na ida; melhor opção é com a Aeromexico, também em voo diurno com destino à Cidade do México MEX, mas em um Boeing 787 Dreamliner). Bastaria um voo de oito horas, imagina. Apesar de vizinho...


Four Seasons Las Vegas: Um raro hotel de luxo da cidade – discreto, praticamente invisível – e um oásis de tranquilidade

Sim, o Four Seasons Las Vegas está escondidinho aí dentro do Mandalay Bay. Imagem: Shoichi Iwashita A chegada ao Four Seasons Las Vegas diz bastante sobre esse que é um raro exemplar de hotelaria de luxo na Cidade do Pecado. Achei que o taxista havia errado o endereço conforme o carro se aproximava do Mandalay Bay (mais um dos hotéis-de-quatro-mil-quartos-com-cassino de Vegas), já que o hotel Delano possui um edifício próprio dentro do complexo e não há qualquer menção ao Four Seasons, a não ser (depois vi) uma placa, pequena,...


&Beyond Vira Vira, Chile: Rodeado de lagos glaciais, vulcões ativos e florestas com araucárias milenares, um hotel totalmente sustentável e gastronomia excelente

Quando pensamos em Chile, vêm sempre à mente a capital e os extremos climáticos: Santiago, deserto ou gelo. Mas na verde região de Araucanía, entre várias reservas e parques nacionais, quatro vulcões ativos (incluindo o Villarrica, o mais ativo de todo o Chile), três lagos enormes (e lindos), estação de esqui (estamos a 30 minutos de Pucón), estações de águas termais, índios mapuche, huasos (cowboys) e araucárias milenares, o hotel &Beyond Vira Vira oferece não só uma experiência distinta das outras célebres...


Fasano Belo Horizonte: Com Gero e Baretto “importados” de São Paulo, finalmente um bom hotel na capital das Minas Gerais

Uma das maiores capitais do Brasil (que atrai hoje viajantes do mundo todo por conta de Inhotim), Belo Horizonte sofria com a falta de bons hotéis. {Veja todas as nossas fotos ao final da matéria.} O histórico Ourominas — hoje, afastado dos lugares mais legais da cidade — está datado, e a oferta de quartos estava restrita aos hotéis corporativos do bairro Savassi, esses de rede sem qualquer charme ou identidade. Mas, inaugurado em outubro de 2018, o Fasano Belo Horizonte se tornou não só o endereço oficial de brasileiros...


Park City: Os hotéis para você aproveitar ao máximo esse destino de esqui cheio de história e personalidade

Das mais de vinte opções de hotéis — além das casas disponíveis para locação —, nesta matéria você confere as três opções de hospedagem que conhecemos em Park City, essa que é a maior estância de esqui dos Estados Unidos, com 256 quilômetros de pistas; e o melhor: repleta de história e personalidade {saiba tudo sobre Park City, clicando aqui}. Para quem vai esquiar, é preciso saber que existem duas bases de onde saem os teleféricos e telecadeiras para as montanhas: Mountain Village e Canyons Village....


Awasi Iguazu: Nível de exclusividade, gastronomia e serviço sem precedentes em sua visita às Cataratas do Iguaçu

Para o viajante acostumado com o melhor, é quase sempre um desafio explorar algumas das paisagens naturais mais exuberantes do mundo, seja pela dificuldade de acesso, pela falta de fornecedores confiáveis (principalmente no quesito segurança), ou ainda, pela quantidade de turistas disputando espaço para selfies, o que sempre tira um pouco da beleza da paisagem. E, quando o assunto são as Cataratas do Iguaçu (ou Iguazu, em espanhol, já que estaremos do lado argentino do parque nacional), o mais espetacular conjunto de cataratas da...


Estancia Vik, José Ignacio: Um hotel-galeria em meio às paisagens bucólicas dos pampas (perfeito para desconectar), mas pertinho da praia

O Estancia Vik é um hotel solar (e, por isso, é uma pena que ele feche durante o inverno, mesmo com o rigor do frio na região; deve ser incrível se desconectar do mundo aqui no frio). É onde você vai poder experimentar a versão ultrachic  do estilo de vida dos pampas  (pense em tomar mate, andar a cavalo — caballos criollos —, observar pássaros), rodeado do melhor da arte uruguaia aplicada. E, apesar de estar a apenas dez minutos de carro da praia e dos paradores  de José Ignacio (com a possibilidade de utilizar as...


The Brando, Taiti e suas ilhas: Sem bangalôs sobre águas e piscinas infinitas, um dos melhores e mais caros hotéis do mundo é zero-ostentação

Apesar de não figurar nas últimas listas dos melhores do mundo, o resort all-inclusive The Brando, na Polinésia Francesa, possui todos os elementos do que se poderia considerar o melhor hotel do mundo (não tem igual, de verdade). Não conheço nenhuma outra propriedade no planeta que fique em um lugar não só paradisíaco — e fácil de chegar, são apenas 10 minutos de voo da ilha do Taiti — mas de natureza tão abundante, preservada e acessível (38 plantas autóctones, 167 espécies de peixes, uma coleção incrível de aves,...


Hotel de Russie: Renascido na Piazza del Popolo em Roma, a melhor suíte deste palazzo histórico não é a mais cara

Não estranhe o nome da Rússia, em francês, deste hotel em Roma localizado entre duas das mais lindas e icônicas praças da Cidade Eterna: a Piazza del Popolo e a di Spagna (porque o Hotel de Rome, também da rede Rocco Forte, fica em Berlim, olha só). Quando o Hotel de Russie abriu, no fim do século 19, com um nome ainda mais estranho para um hotel romano — Grand Hôtel de Russie et des Îles Britanniques —, ocupando um palazzo  construído em 1818 para a família Torlonia e projetado pelo mesmo arquiteto que redefiniu a Piazza...


Mandarin Oriental, New York: Quando a relação entre a localização de um hotel e o destino consegue ser perfeita

Se a principal preocupação — e o maior desafio — de toda rede internacional de hotéis de luxo é encontrar um lugar especial nos destinos mais disputados do mundo para instalar sua bandeira, é preciso dizer que o Mandarin Oriental de Nova York, exatamente na linha que separa Midtown do Upper West Side, em frente ao Columbus Circle (acho que a única rotatória da cidade!), está, sem qualquer dúvida, na melhor localização de Manhattan para o viajante; e é o mais bem localizado dos Mandarin que conheço (e, olha, que a...


Brenners Park-Hotel: Um dos melhores e mais antigos hotéis do mundo tem tudo a ver com saúde, com spa médico completo e até kombucha no frigobar

Quando cheguei e vi um gato em cima do balcão da recepção já perguntei: “todo hotel Oetker tem um gato de estimação, é isso?” (o Bristol em Paris tem o Fa-Raon, mas ele tinha uma companheira, a Kléopatre, que não estava se dando muito bem com ele e ganhou nova casa, dessa vez em Baden-Baden). Dom Pedro II se hospedou aqui com sua família em 1887. Nasser-ed-Din, o xá da Pérsia, em 1889. Um dos melhores hotéis do mundo fica em uma cidadezinha alemã com, hoje, 55 mil habitantes {enquanto isso a maior e mais rica cidade da...


Belle Époque: Hotel de charme na melhor localização de Baden-Baden, sem restaurante, mas com belo jardim

Uma linda e elegante casa do fim do século 19 situada em uma rua praticamente residencial, a cinco minuto s a pé do centro de Baden-Baden e a 250 metros da Lichtentallerallee, se transformou no Belle Époque: um hotel pequeno, aconchegante, decorado com móveis antigos (nem sempre bem conservados), sem restaurante (nos salões só são servidos os ótimos café da manhã, o chá da tarde e drinques o dia todo, em mesas elegantemente decoradas, mas dá para almoçar e jantar no outro hotel do mesmo dono, o Der Kleine Prinz — o hotel...


Pousada Etnia: Casinhas étnicas (mas com alma baiana) em meio a um grande jardim a 350 metros do Quadrado

Um dos antigos atrativos da Pousada Etnia era a segunda unidade à beira-mar, que oferecia estrutura de praia completa aos hóspedes da Etnia-centro (sem acesso à praia, mas com piscina). A filial mar fechou {e você pode frequentar as ótimas barracas de praia que gente indica aqui} mas a pousada principal segue sendo uma ótima opção de hospedagem em Trancoso já que ela fica na estrada-rua que leva ao Quadrado, a 350 metros da praça (ou seja, dá para ir e vir do Quadrado a pé), e neste percurso estão vários dos nossos lugares...


Uxua: O hotel invisível por fora, sem portas e sem chaves, que é uma das experiências mais autênticas de Trancoso e do mundo

Um hotel-ícone que é invisível por fora (não tem placa ou qualquer indicação), em que os quartos não têm portas (tá, eles até têm mas você só vai descobri-las mais tarde, quando as camareiras fizerem a abertura de cama), sem recepção e onde você não recebe uma chave no check-in. Um hotel que está na melhor localização de Trancoso (e ao lado do restaurante que serve a melhor moqueca do universo, a Silvana & Cia.), com arquitetura completamente integrada à vegetação — incluindo uma linda piscina de aventurina, um...


Pousada Tutabel: Excelente estrutura e comida, máxima segurança e praia privativa ao sul de Trancoso

Em mais de vinte anos indo para Trancoso, eu nunca havia dormido ouvindo da cama as ondas do mar. E, apesar de estar afastada do Quadrado, a 15 minutos de carro dirigindo a 40 km/h pela mesma estrada de terra esburacada que nos leva à Praia dos Coqueiros, é essa a experiência que entrega a mais sofisticada das pousadas do nosso guia de Trancoso (mas de uma sofisticação meio urbana, à la  paulistana...): a Pousada Tutabel ocupa uma faixa praticamente privativa e deserta de praia de 400 metros de comprimento; os quartos muito...


Hotel Ipanema Inn: O melhor custo-benefício na melhor localização do Rio de Janeiro

Não há melhor vida que a ponte aérea Rio – São Paulo, aproveitando o melhor desses dois mundos de estilos de vida tão diferentes; e complementares. E se podem pesar um pouco no bolso os R$ 2000 por noite no hotel Fasano Rio -- sem  café da manhã, e  na baixa temporada --, se hospedar no Ipanema Inn é estar na melhor parte de Ipanema -- ou seja, do Rio de Janeiro, do Brasil (só não vou dizer do mundo porque eu amo o Marais, Covent Garden e West Village tanto quanto) --, e a 100 metros da praia da nossa praia predileta!, pagando...


Nolinski: O hotel vintage-chic recém-aberto e com metrô na porta, entre a ópera, o teatro e o Louvre

Existe um certo prazer em se hospedar em uma área extremamente central e movimentada, a alguns passos das maiores e melhores atrações e lojas de Paris — Opéra Garnier, Louvre, Commédie Française, Palais Royal, Musée des Arts Décoratifs, Jardin des Tuileries e a rue Saint-Honoré —, exatamente em frente à saída do metrô Pyramides (não tem maior luxo urbano), e observar os carros, os ônibus e as multidões da Avenue de l’Opéra  como se fossem uma cena de filme mudo em meio ao conforto de um quarto absolutamente silencioso e...


Bülow: O único hotel com restaurante estrelado da cidade, entre as regiões que a gente mais ama em Dresden

Existe uma austeridade nos hotéis de luxo germânicos — seria a herança protestante? — que é bem diferente do que a gente encontra na França, no Japão, nos Estados Unidos; e tem pouco a ver com o que consideramos bom gosto (mas eu acabo gostando por ser o reflexo de uma cultura e, principalmente, porque ela vem sempre acompanhada da eficiência alemã). E, se se hospedar no Taschenbergpalais é estar praticamente dentro dos palácios de Dresden (o hotel ocupa um prédio que foi construído por Augusto, o Forte para a sua amante...


Guanahani: O hotel mais completo de Saint-Barth (com a cartela de cores mais linda e o papel higiênico mais macio de todos os tempos)

Nenhum outro hotel em Saint-Barth possui DUAS praias privativas (entre as mais belas da ilha, partes de uma reserva natural), duas piscinas para os hóspedes (sem contar todas as outras privativas que fazem parte das villas  mais caras), dois restaurantes, spa  Clarins com piscina mais tranquila e direito a animal de estimação (o Oscar, uma iguana de 1,5 metro de comprimento), quadras de tênis, e 67 quartos e villas  decorados na mais bela cartela de cores da ilha — e talvez do Caribe (turquesa, amarelo, laranja, marinho e lavanda,...


Cipriani: Dos hotéis míticos do mundo, o mais completo de Veneza (e um sonho de hotel)

Depois de me hospedar no Cipriani em Veneza e no Brenners Park em Baden Baden {leia nossa crítica completa, clicando aqui}, eu definitivamente vou precisar criar uma categoria hotéis-míticos-e-com-alma-que-sobreviveram-bem-ao-tempo. Distante na medida certa da confusão claustrofóbica das hordas de turistas em Veneza, o Cipriani é praticamente um oásis que ocupa a ponta da ilha de Giudecca, que dá de frente para San Marco (jantar no terraço de um dos restaurantes do hotel, o  Cip’s Club, com vista para tout Venise  é uma...


Hôtel de Crillon, um dos icônicos palaces de Paris, já tem data de reabertura

Construído a pedido do rei Louis XV, as janelas e as colunas imponentes do Crillon viram as cabeças do rei Louis XVI e de sua esposa, Marie-Antoinette, rolarem na Place de la Concorde em 1793. Ocupando uma parte dos dois edifícios com fachadas idênticas na Praça da Concórdia (a hoje Place de la Concorde, antigas Place de la Révolution e Place Louis XV; os nomes iam mudando conforme as mudanças políticas), o Crillon, inaugurado como hotel em 1909, é um dos mais antigos e luxuosos do mundo. E depois de quatro anos fechado para...


Nacional Gran Meliá Rio: O aguardado renascimento do icônico hotel projetado por Niemeyer

O hotel não está no nosso bairro preferido no Rio de Janeiro — Ipanema — mas alguns fatores fazem do Hotel Nacional Gran Meliá a melhor e mais bem vinda novidade hoteleira de 2016 no Rio de Janeiro (por conta das Olimpíadas, mais de TRINTA hotéis foram inaugurados só nesse ano; um acréscimo de mais de VINTE E CINCO MIL novos quartos de hotéis): 1. a arte (ocupa um edifício histórico e tombado projetado por Oscar Niemeyer, tem jardins assinados por Roberto Burle Marx e obras de importantes artistas brasileiros); 2. as vistas...


Hotel Four Seasons DIFC: Existe uma Dubai elegante e em escala humana

Elegância raramente rima com grandiosidade (“a elegância não grita, ela sussurra”, li uma vez). E, apesar de refletir a cultura emirati  com ricos veludos e o brilho dos metais dourados e das madeiras laqueadas, o Four Seasons Dubai DIFC não segue a proporção dubaiana, felizmente: é um hotel com apenas oito andares — são mais de 100 quartos, mas a sensação é a de que se está num hotel boutique — no coração deste minúsculo e jovem emirado que, em pouco mais de vinte anos, já tem mais  arranha-céus que Tóquio e...


Seychelles, ilha Silhouette: A ilha do resort Hilton Labriz, com natureza exuberante e vilarejo autêntico

Confesso que, ao planejar uma viagem para qualquer praia (ainda mais um destino considerado paradisíaco como as Seychelles), a minha última opção de hospedagem seria uma propriedade dessas grandes cadeias internacionais voltadas para o mercado corporativo, que seguem aquela identidade única estando você em Xangai, em Paris ou no Rio de Janeiro. Mas o que me encantou no Hilton Seychelles Labriz Resort & Spa, além do fato de ele ocupar sozinho a Silhouette Island, a terceira maior ilha das Seychelles, plantation  no século 18 e hoje...


Emiliano Rio: A melhor e mais elegante forma de assistir aos fogos do Réveillon em Copacabana

É só uma grande pena que o hotel Emiliano Rio — que ocupa o terreno do antigo Consulado da Áustria (uma casa não tombada, das poucas que restavam de frente para o mar na Avenida Atlântica, totalmente demolida para a construção do hotel), quase já em Ipanema — não tenha dois andarzinhos  a mais para oferecer uma vista 360º de toda Copacabana, de qualquer lugar do último andar, onde ficam a piscina em L com borda infinita, o deck e o bar, de uso exclusivo dos hóspedes. De qualquer forma, mesmo estando no meio de dois prédios...


Hotéis-Palace: a distinção máxima da hotelaria francesa

Desde os anos 1960, a França usava um sistema de classificação de hotéis próprio, que ia de zero a “4 estrelas luxo”. Quando resolveu aderir à classificação internacional (a França era o único país do mundo que não utilizava a classificação de uma a cinco estrelas, o que confundia a cabeça dos viajantes), o país que inventou o luxo contemporâneo {clique aqui para saber um pouquinho mais sobre essa história} resolveu não só aderir às cinco estrelas mas também criar uma categoria acima dela. E, apesar do nome que evoca...


Ca’d’Oro 2.0: conquista para o centro de SP sem o glamour de outras épocas

O Ca'd'Oro (em dialeto veneziano “Casa de Ouro”), assim como o Hilton da Avenida Ipiranga (hoje fechado), foi um dos grandes hotéis de São Paulo e teve como hóspedes e habitués  presidentes e políticos brasileiros, a realeza europeia, artistas e intelectuais famosos mundialmente (enquanto o Hilton seguia o estilo americano de eficiência, o Ca’d’Oro sempre teve orgulho de sua classe europeia). Inaugurado como um pequeno hotel na Rua Basílio da Gama em 1956, depois de três anos de sucesso com o restaurante de mesmo nome, foi...


Le Meurice: Localização e gastronomia imbatíveis; mas e os quartos?

Existe uma distância estilística  não muito esperada entre o térreo do Meurice — com seus maravilhosos restaurantes e bar, alguns dos mais belos e elegantes da capital parisiense — e os andares acima, onde estão os quartos.  A sensação é a de que você está em dois hotéis diferentes, apesar de ter sido reaberto no ano 2000 depois de dois anos fechado para reforma. Se os salões deste hotel mítico, inaugurado em 1835 (ou seja, há quase duzentos anos), foram repaginados de forma muito bem sucedida por Philippe Starck,...


Saint-Martin: A melhor região e os melhores hotéis para ficar

Localização — estar próximo das experiências mais interessantes e autênticas, e poder fazer as coisas com o menor deslocamento possível, de forma fácil, se possível, a pé — é o fator MAIS importante na hora de escolher o hotel. Mas em Saint-Martin acontece algo inusitado: tirando a capital Marigot onde fica o Fort Louis, todos  os melhores e mais genuínos restaurantes de Grand Case, muitas belas praias (da badalada Orient Bay à charmosa Pinel, passando pela intocada Petites Cayes) e a Reserva Natural Nacional, tudo fica na...


Saint-Martin: Belmond La Samanna, hotel numa das mais belas praias da ilha

Quase na divisa com a parte holandesa, em meio a 55 hectares de muito verde e ocupando praticamente metade da faixa de areia de uma das mais belas praias — e privativas — de Saint-Martin (tudo bem que em algumas partes é meio ruim entrar na água porque em vez de areia, você vai encontrar muitas pedras; é meio difícil e até perigoso andar sobre elas), o hotel resort  Belmond La Samanna é um vilarejo de casinhas brancas coloniais em meio a caminhos arborizados; e o único hotel cinco estrelas de toda a ilha. Tem duas lindas...


Four Seasons Milano: Um óasis monástico na melhor localização (a Savile Row milanesa)

A localização no Quadrilatero d’Oro de Milão em uma ruazinha estreita e intimista (mas no meio de todas as marcas mais luxuosas da Itália e do mundo) e os amplos, lindos, escondidos e bem cuidados jardins que ocupam o pátio interno do que foi por quase trezentos anos um convento (o Santa Elisabetta funcionou aqui até 1782), fazem do Four Seasons Milano um dos mais especiais endereços para você chamar de seu na cidade (outro hotel com jardim de que a gente gosta é o Bulgari, em Brera). Aberto em 1993, depois de seis anos não só...


Courchevel: Hôtel des 3 Vallées, hotel design bem no centrinho do vilarejo

Com o fim da Segunda Guerra Mundial e a decisão do governo francês de construir a estação de esqui de Courchevel {saiba mais sobre a pequena história de Courchevel, clicando aqui}, eles tiveram de construir um prédio para abrigar a equipe que trabalharia no projeto (imagina levar todo o material de construção para uma montanha, a 1850 metros de altitude, quando ainda não havia estradas). E é nessa construção histórica, de 1947, o primeiro edifício de Courchevel, que está o Hôtel des 3 Vallées, um hotel design  de quatro...


Courchevel: A melhor região e como escolher o seu hotel

A primeira coisa na qual você precisa se atentar antes de definir o hotel é o seu nível de esqui. Quase todos os hotéis e chalés em Courchevel 1850 são ski in ski out  (têm acesso direto às pistas, sem a necessidade de andar ou pegar carro), mas não adianta ser ski in ski out  se você tiver de pegar uma ladeira íngreme — com o risco de perder o controle da velocidade e se espatifar — para chegar à Croisette, o local central onde ficam os instrutores e de onde saem os teleféricos para todas as pistas, de todos os níveis,...


Armani Hotel Milano: Experiência milanesa autêntica

Giorgio Armani nasceu em Piacenza, cidade a uma hora ao sul de Milão, mas foi na capital da Lombardia que começou sua carreira como vitrinista da loja de departamentos Rinascente (ao lado da Duomo) e se transformou no mais bem sucedido — e rico — estilista não só da Itália mas do mundo (em segundo lugar, vem Ralph Lauren). E se a colaboração entre nomes da moda e a hotelaria não é nova (de quartos assinados por marcas e estilistas — como as suítes Dior e Tiffany no St. Regis, em Nova York, à suíte Diane von Furstenberg no...


São Paulo, o melhor bairro e os melhores hotéis para ficar

São Paulo é a megalópole carente de bons hotéis bem localizados. Não dá para entender por que a maior e mais rica cidade da América do Sul, que movimenta bilhões de reais em turismo de negócios, Fórmula 1, shows  e grandes eventos, não conseguiu manter seus hotéis históricos — como o Rio tem o Copacabana Palace — nem atrair redes de hotéis de luxo como Mandarin Oriental, Ritz Carlton, Four Seasons, Park Hyatt (diferentemente de nossas vizinhas Buenos Aires e Santiago). Aí, das melhores opções da capital paulista...


Hotel Tryp, dentro do Terminal 3, em Guarulhos

Quem já foi para a Ásia e teve de fazer conexão depois de 12 horas de voo — para pegar outro voo de mais 10, 11 horas — sabe o quão cansativo é todo o processo, principalmente quando você precisa esperar no aeroporto por 5, 6 horas, sem poder sair ou por que não pode ou por que não dá tempo de ir à cidade e voltar. E é para esses viajantes que, em agosto de 2015, abriu na área restrita do Terminal 3 do aeroporto de Guarulhos, o hotel Tryp, um quatro estrelas com 80 quartos (o único no hemisfério sul com essa proposta). QUEM...


Hamburgo: o melhor bairro e os melhores hotéis

O melhor de Hamburgo é que se hospedar em hotéis de luxo como Fairmont ou Park Hyatt custa BEM mais barato que em cidades como Paris, Nova York ou Londres. A diferença no preço entre uma diária no Park Hyatt de Paris para o Park Hyatt de Hamburgo no mês de julho, por exemplo, é de 600 euros (!), sendo que o quarto em Hamburgo oferece o mesmo nível de conforto (não tem todo o ouro dos detalhes do de Paris, é verdade), e é quase 10 metros quadrados maior. BAIRRO PREFERIDO EM HAMBURGO Nossa região predileta nesta cidade hanseática...


25hours, o único e hipster hotel em HafenCity

Junto com a carta de boas vindas, o que te espera no quarto, em vez de vinho ou champagne, é uma garrafinha da Astra, a cerveja de Hamburgo, que tem uma âncora como símbolo. O porto e as navegações foram as principais inspirações para a concepção do 25 hours Hotel HafenCity. Nem a vista para o pântano, que fica entre o hotel e o rio Elba, nem a ausência de banheiras nos quartos, academia e room service  tiram o brilho deste hotel hipster-chic  (o décor  é industrial, mas não ocupou um prédio antigo e abandonado, já que foi...


Lucknam Park Hotel & Spa

Sempre sonhei chegar naquelas enormes propriedades aristocráticas em que você precisa andar de carro por uma estrada cercada por árvores frondosas para se chegar à mansão; como nos filmes. Tudo bem que seria mais apropriado usar como meio de transporte um New Phantom, um Rolls Royce dos anos 1920 com chauffeur, mas o táxi comum que nos trouxe de Bath para o Lucknam Park Hotel & Spa, num lindo percurso de 9 quilômetros entre cidade e o hotel, não fez com que meu encanto diminuísse quando os portões da propriedade se abriram e...


Chineses desafiam o luxo parisiense

A relação entre o luxo francês e a China não é nova. Luís 14, o Rei Sol, já era apaixonado pelas lacas, sedas e porcelanas chinesas a ponto de construir para si e para a sua amante, a Marquesa de Montespan, o Trianon de Porcelaine, em Versailles. E até recentemente, a relação entre a elite francesa com os chineses ocorria apenas através do consumo de sua cultura, do exótico, com uma imagem extremamente negativa da política e do estilo de vida chinês atual. Mas quando os chineses conseguem se igualar — ou até superar —...


Mandarin Oriental Paris

Não há localização melhor em Paris. E, nisso, o Mandarin Oriental, que apesar de criança já é considerado como um hotel palace  pelo órgão de turismo francês, saiu na frente dos seus rivais orientais (Shangri-La, Peninsula e Royal Monceau). A alguns passos, literalmente, do bar do Costes e do Hemingway (quando o Ritz reabrir), da Colette, do restaurante do Meurice, do chocolate quente do Angelina, das lojas gastronômicas da Madeleine, de todas as joalherias da Place Vendôme e de todas as lojas das marcas mais luxuosas do planeta...


O Manifesto Simonde do Hotel Perfeito

Esse é o manifesto Simonde de hospedagem. Assim como sou apaixonado por aeroportos (faço questão de levar e buscar amigos e parentes só pra ter o pretexto), amo lobbies de hotel (e filmes que têm eles como cenários: de Morte em Veneza  a Lost in Traslation, passando por Week-End at the Waldorf, Grand Hotel e Uma Linda Mulher). É fascinante, nos lobbies de hotéis com localização central, observar pessoas de diferentes estilos, de todos os cantos do mundo, indo e vindo; homens e mulheres em papos de negócio, madames com seus...


Bulgari Milano

O legal do hotel Bulgari de Milão é que, assim como o Costes em Paris, ele sobreviveu bem àquele período inicial de buzz — ambos já não são mais novidades — e segue ainda sendo frequentado por viajantes sofisticados quando querem um endereço na cidade e pelos locais para tomar um drink (os fins de tarde no jardim são famosos), um chá ou fazer reuniões de negócios curtindo a atmosfera contemporânea e verde do hotel (muitos outros hotéis de luxo pequenos são privés demais para o nosso gosto). O Bulgari se destaca ainda mais...


Trancoso: Hospedagem

Na Simonde, a gente não gosta de resorts, sempre isolados do mundo: não se vive cotidianamente a parte histórica, a cidade, as pessoas que vivem ali. Por isso, a gente prefere não se hospedar no Club Med ou no Terravista que são longes do Quadrado e das praias. A melhor opção sempre é se hospedar no Quadrado, já que parar o carro por lá pode ser um problema em épocas concorridas (e os guias da cidade, em bandos, não vão te deixar em paz pra ganhar uma caixinha na hora de estacionar). Mas, sendo a área-a-curtir  em Trancoso não...


WordPress Theme built by Shufflehound. Todos os direitos reservados. © 2018 - Simonde