Música

Das Lied von der Erde: A Canção da Terra, poemas chineses do século 8 musicados pelo grandioso Mahler

Algumas das mais belas obras de arte da história nasceram da dor humana. Quando Gustav Mahler, soberano da música vienense da virada do século 19 para o século 20 — um dos gigantes da música austro-húngara junto com Richard Strauss e autor de nove sinfonias e meia (ele não concluiu a Décima) —, compôs Das Lied von der Erde, entre 1908 e 1909, ele ainda ressentia a sua saída, em 1907, da Ópera da Corte de Viena (a mais alta posição da música centro-europeia), da qual era diretor havia dez anos, por conta da perseguição...


Billie Holiday e Louis Armstrong em cena emocionante de New Orleans

Beirando os limites do French Quarter, Storyville  era a zona de luz vermelha de New Orleans — e um dos grandes berços do jazz —, onde a prostituição foi legalizada em 1897 (hoje, ela é ilegal em todo o território estado-unidense, com exceção de alguns counties  no estado de Nevada, mas apenas em bordéis regulamentados). Dos anos 1890 até a Primeira Guerra Mundial, quase CEM bordéis de luxo — saloons  onde a dança, a bebida, o jogo, o jazz  e as quase 700 meninas listadas por ordem alfabética no Blue Book, um diretório...


Voyage, voyage: Viaje eternamente e nunca mais volte #música

Seja pela melodia, pelo videoclipe em clima noir  ou pela letra cheia de referências — do Saara ao Fuji, passando por sikhs, “tapetes de ventos” e capitais —, Voyage, voyage, lançada pela cantora francesa que se autointitulou Desireless (“Sem Desejo”), nos faz, há exatos 30 anos (a música é de dezembro de 1986), viajar por espaços e tempos físicos e mentais. E foi uma das raríssimas músicas cantadas inteiramente em francês que chegou às listas das mais tocadas em rádios de todo o mundo (não foi diferente aqui no...


As instituições culturais de SP que você precisa conhecer e frequentar

São Paulo, assim como outras importantes cidades do Hemisfério Sul, não tem grandes museus ou uma programação cultural à altura de cidades como Nova York, Paris e Londres. E é provável que muitas das coisas que você veja aqui, você já tenha visto lá fora, e em escala bem menor. Mas, muito foi feito nos últimos vinte e cinco anos para fomentar a cultura na cidade. Desde maiores investimentos para o cinema e teatro, reformas de museus e prédios antigos e a brava tentativa de trazer para o país companhias de dança, orquestras e...


Paris: As músicas francesas do nosso coração

Com já dizia Josephine Baker, a vigorosa dançarina e cantora negra norte-americana que seduziu Paris nos anos 20 (apresentando um show  vestida apenas com – pouquíssimas – plumas): “J’ai deux amours, mon pays et Paris...”  (tenho dois amores, meu país e Paris) Nenhum outro lugar do mundo foi tão retratado em versos, seja na literatura ou na música, quanto a Cidade-Luz. E em Paris, aproveitar a bela paisagem urbana flanando com uma trilha sonora genuinamente française  pode intensificar a experiência e marcar na memória...


A magia dos concertos

Nós não guardamos seus rostos, não sabemos seus nomes. Mas cada um daqueles anônimos que agora estão nesse palco sem qualquer cenário, sobriamente vestidos, passou a vida inteira se dedicando ao estudo da música, a maioria a um único instrumento, para ser capaz de executar obras de compositores, que também viveram esse universo de forma quase obsessiva. Para estar ali, no palco, nestes dia e horário, com o instrumento em mãos, além do estudo da música, foram necessárias muitas horas e muitos dias de ensaio, individual e coletivo,...


Lohengrin: A ópera de Wagner que nos deu a mais linda das marchas nupciais

E foi a ópera que trata do sentimento de insegurança nos relacionamentos amorosos — deve o amor pelo outro ser incondicional e a confiança, inabalável? — que nos deu uma das mais populares (e a mais linda e melódica) marchas nupciais, a Treulich Geführt, tocada em casamentos no Ocidente há mais de 150 anos (a outra, mais imponente, é a que Mendelssohn compôs para a peça Sonhos de Uma Noite de Verão;  e você conhece as duas). Apesar de o nome do protagonista, Lohengrin, ser também o nome da ópera (e aparecer nos...


Música, cerveja e comidinhas no Manioca

A chef  gaúcha Helena Rizzo, do Maní, vai cozinhar, neste próximo domingo, um menu com pratos de inspiração chinesa a pedido do cantor capixaba Silva, que se apresenta no mesmo dia que o cantor paulistano — que também canta em inglês — Thiago Pethit. Tudo regado à cerveja de origem mexicana Sol (mas hoje também fabricada no Brasil). #ILoveSaoPaulo Em clima de fim de tarde de domingo com amigos (são apenas 200 lugares), com música brasileira, comidinhas, cerveja e michelada  (a cerveza preparada  com molhos inglês e de...


Festival Música em Trancoso

Se há 45 anos Campos do Jordão tem seu impecável festival de música clássica que atrai pessoas para a cidade apenas para aproveitar a programação de Arthur Nestrovski / Marin Alsop num clima de montanha, Trancoso segue a mesma direção, sob as mãos de Sabine Lovatelli, da Mozarteum, com um festival de música à altura, mas que mistura do erudito ao popular, que tem tudo a ver com a Bahia.  O Festival Música em Trancoso — o MeT —, já em sua quarta edição acontece este ano de 7 a 14 de março (de sábado a sábado), no belo...


Arte misândrica

Misógino é aquele que sente ódio, aversão ou desprezo pelas mulheres. É um sentimento ainda bastante presente — na música, na literatura, nas opiniões — seja de forma explícita, seja de forma velada, no discurso machista de homens E mulheres, apesar da atração sexual que possa existir entre o interlocutor e o objeto de seu desejo-desprezo. Mas, talvez como uma forma de lutar contra séculos de opressão (ou mesmo se vingar de uma traição, do desprezo e da humilhação por um homem), cada vez mais artistas mulheres produzem...


As Bodas de Fígaro

As duas primeiras peças que compõem a trilogia de Pierre Beaumarchais, 1. O Barbeiro de Sevilha e 2. O Matrimônio de Fígaro, se transformariam em óperas conhecidas mundialmente: O Barbeiro de Sevilha duas vezes, primeiro por Giovanni Paisiello e depois por Gioachino Rossini (que é a versão mais famosa), e O Matrimônio, que recebeu o título de As Bodas de Fígaro e seria uma das obras-primas do repertório operístico de Mozart (a terceira, La Mère Coupable, também viraria ópera de Darius Milhaud). Apesar da censura ao texto de...


Sala São Paulo

Assim como o Orsay, museu parisiense dedicado ao Impressionismo, a Sala São Paulo ocupa uma estação de trem, a Júlio Prestes, que era a estação central da Estrada de Ferro Sorocabana, por onde safras de algodão e café do interior paulista chegavam à capital até os anos 1920. A única diferença com relação ao Orsay, no entanto, é que a Júlio Prestes ainda segue operando como uma estação da CPTM, o que torna a Sala ainda mais especial: essa dupla-ocupação do edifício neoclássico — do auge da música erudita ao...


Etiqueta em concertos

PONTUALIDADE -- Chegue com antecedência para tomar um café e apreciar a arquitetura, as pessoas, antes de o concerto começar. Nada pior que chegar na sala atrasado, correndo, esbaforido. Você mal consegue sentir a música quando ela começa. Ah, aproveite para fazer xixi. Sair da sala no meio do concerto não é uma opção. -- Concertos não têm a regra dos “três sinais” comum no teatro, que sempre nos dá aqueles quinze minutinhos de tempo extra. Se o concerto está marcado para começar às 21h, ele vai começar às 21h. PROIBIDA...


London Grammar

London Grammar é uma banda inglesa que lançou seu primeiro álbum em 2013 e já conquistou milhares de corações — ou os destruiu — all over the world. As músicas tristes e melancólicas — perfeitas para momentos de desilusão amorosa — são interpretadas pela voz potente de Hannah Reid (a primeira vez que escutei achei que era uma voz masculina). Strong, Nightcall, Wasting My Young Years já são favoritas. Se você curte Florence, Feist ou mesmo Lana del Rey, vai gostar. É só clicar abaixo e escutar....


Zaz no Brasil

Atenção, atenção! Uma de nossas divas francesas vivas, a cantora de voz grave, rouca, com ares — e letras — de pura liberdade e uma certa rebeldia, Isabelle Geoffroy, aka ZAZ, fará shows em Belo Horizonte (19 de março), no Rio (20 de março, no Circo Voador) e em São Paulo (nos dias 22 e 23 no Sesc Pompeia). Em São Paulo, os ingressos vão custar R$ 40 e começam a ser vendidos pela internet  apenas no dia 10 de março. Coloque a data na agenda. No sábado dia 22, o show é às 21h30, e, no domingo dia 23, às 19h30. Can't...


Maria Callas who?

Uma senhora, no início dos anos 2000, entra numa loja de CDs e pede a uma jovem vendedora para ver os álbuns de Maria Callas. A jovem prontamente responde: “Vem cá, eu vou te mostrar, mas a pronúncia não é essa... É Maráia Kérry.” #HistóriasVerídicas...


Universo adolescente com a batida perfeita

Sua aparência e voz potente não são de uma garota de 16 anos. A neozelandesa Lorde lançou esse ano seu primeiro álbum The Love Club, e a música Royals já conquistou corações na Oceania, na Europa e nos Estados Unidos. Trata com fidelidade o tédio do universo adolescente: “(...) a verdade é, metade do tempo não estamos fazendo nada além de brincar com isqueiros ou esperar numa estação. Por isso, isso tinha de ser real. E eu estou nessa estação toda semana. Esses garotos são meus...


I Want A Little Sugar In My Bowl

I Want A Little Sugar In My Bowl fez parte do álbum Sing The Blues, lançado em 1967, por Nina Simone, baseada em uma música de Bessie Smith. Uma das minhas músicas prediletas....


Estreia de Attila no Met, em Nova York

Uma première  está sempre cercada de ansiedade por parte daqueles que dela participam. Ainda mais quando Miuccia Prada estreia assinando figurinos para uma ópera, Herzog & de Meuron – ganhadores do Pritzker Prize 2001, o Oscar da arquitetura – idealizam a cenografia, Pierre Audi dirige a cena e o maestro Riccardo Muti conduz a música. E a estreia da nova montagem de Attila no Metropolitan Opera de Nova York (Met, para os íntimos) não fugiu à regra das noites operísticas. Débuts, acertos, bravos e vaias, marcaram a noite de 25...


WordPress Theme built by Shufflehound. Todos os direitos reservados. © 2018 - Simonde